NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Mau serviço em restaurantes
Ir à página Anterior  1, 2, 3
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Gastronomia
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
joaquim



Registrado: Sexta-Feira, 7 de Fevereiro de 2003
Mensagens: 146
Localização: Setúbal

MensagemEnviada: Seg Abr 07, 2003 4:12 pm    Assunto: Responder com Citação

falcao escreveu:
Quando informei que não era aquele o vinho que tinha pedido, os copos "especiais" voltaram para trás…
Depois de prolongada demora trouxeram-me o Quinta da Pellada Estágio Prolongado Tinta Roriz! Voltei a avisar que não era aquele o vinho escolhido e depois de outra espera prolongada lá me trouxeram o vinho que tinha pedido. Sem ter direito a copos “especiais". Lá na fronteira imaginável da casa, só a partir de uma determinada fronteira é que os clientes têm direito a copos "especiais"!


Este aspecto tem sido pouco focado, o dos copos "especiais". Já nem falo da falta de educação de levar os copos e depois os copos voltarem para trás. Mas qual é a fronteira entre os copos normais e os copos melhores? É pelo preço do vinho, pela idade, pelo peso do rótulo? É porque lhes apetece?
_________________
"Se a penicilina consegue curar os que padecem, o Sherry consegue ressuscitar os mortos" - Sir Alexander Fleming
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Rui Miguel



Registrado: Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2002
Mensagens: 601

MensagemEnviada: Ter Abr 08, 2003 11:30 am    Assunto: Responder com Citação

Joaquim, em alguns restaurantes não tive direito a "copos especias " porque não bebi um vinho do género "Barca Velha" ou "Pera Manca" ou porque não era cliente habitual nesses restaurantes! Enfim!
Às vezes os "copos especias", são copos em forma de tulipa para servir "finos ou imperiais" .... Sad
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Visitar a homepage do Usuário
Joao Paulo



Registrado: Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2002
Mensagens: 276
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Abr 08, 2003 2:13 pm    Assunto: Responder com Citação

Miguel Duarte escreveu:
Contudo não resisto a meter o bedelho na questão do Júlio, em Gouveia, por caso nunca tive oportunidade de lá ir, contudo o que aqui foi descrito é um quanto a mim um flagrante, caso de suicídio, do ponto de vista empresarial, ou seja, existe um restaureante com um passado, com tradições culturais enraizadas, sendo isso a mais valia do mesmo, é o seu ponto forte, o seu conceito de negócio, tal como vocês descrevem a inocência beirâ, ou melhor a genuidade, autenticidade Exclamation , ora porque é que possuindo isto, como ponto forte, e em vez de o aprofundar ainda mais se tenta urbanizar o restaurante? É quanto a mim um erro colossal, outro equívoco, porquê perder energias e tempo a tentar dar um ambiente mais cosmopolita ou fino ( já agora o que é isso?)Confused quando a grande mais valia é precisamente o contrário, é um autêntico tiro no pé Exclamation Rolling Eyes Confused


Penso que faz parte do imaginário popular pensar que o que não é urbano e citadino é de segunda. Temos uma tendência impressionante para rejeitar o nosso passado rural, quase que nos envergonhamos dele.

E achamos que tudo o que é urbano é de qualidade e bom.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Abr 08, 2003 3:36 pm    Assunto: Responder com Citação

Miguel Duarte escreveu:
Contudo não resisto a meter o bedelho na questão do Júlio, em Gouveia, por caso nunca tive oportunidade de lá ir, contudo o que aqui foi descrito é um quanto a mim um flagrante, caso de suicídio, do ponto de vista empresarial, ou seja, existe um restaureante com um passado, com tradições culturais enraizadas, sendo isso a mais valia do mesmo, é o seu ponto forte, o seu conceito de negócio, tal como vocês descrevem a inocência beirâ, ou melhor a genuidade, autenticidade Exclamation , ora porque é que possuindo isto, como ponto forte, e em vez de o aprofundar ainda mais se tenta urbanizar o restaurante? É quanto a mim um erro colossal, outro equívoco, porquê perder energias e tempo a tentar dar um ambiente mais cosmopolita ou fino ( já agora o que é isso?)Confused quando a grande mais valia é precisamente o contrário, é um autêntico tiro no pé Exclamation Rolling Eyes Confused


O ambiente físico, a arquitectura foi preservada. A nova sala recria uma tradicional sala beirã, em pedra e não está em causa.
A gastronomia também foi poupada e mantém as origens.
O que mudou foi o serviço. E aí, o Miguel Duarte tem toda a razão! Porquê perder tempo a tentar ser o que não é? Porquê descaracterizar uma autenticidade mascarando-a de mundanidade?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
pepe



Registrado: Domingo, 17 de Novembro de 2002
Mensagens: 321

MensagemEnviada: Qua Abr 09, 2003 3:29 pm    Assunto: Responder com Citação

O João Paulo teve toda a razão no que disse. Infelizmente os portugueses rurais passam o tempo a ambicionar ser urbanos nos costumes, os urbanos passam o tempo a querer as coisas rurais. Vá-se lá entender.

Eu conheço o Júlio e concordo com o que o Falcão disse. A comida continua muito boa, mas o serviço agora é diferente. Da última vez que lá fui esteve muito perto da antipatia. A senhora até é simpática, mas os dois rapazes não são. O mais novo é mesmo desagradável, carrancudo e com falta de educação.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Vitis Lambrusco



Registrado: Quinta-Feira, 5 de Dezembro de 2002
Mensagens: 128

MensagemEnviada: Seg Abr 14, 2003 3:32 pm    Assunto: Responder com Citação

Rui Miguel escreveu:
Joaquim, em alguns restaurantes não tive direito a "copos especias " porque não bebi um vinho do género "Barca Velha" ou "Pera Manca" ou porque não era cliente habitual nesses restaurantes! Enfim!
Às vezes os "copos especias", são copos em forma de tulipa para servir "finos ou imperiais" .... Sad


Já me aconteceu uma vez num restaurante acabar por pedir um copo de imperial para beber o vinho. Os copos do restaurante eram maus e os copos de imperial eram em forma de tulipa, não muito grandes. Mesmo sendo mauzinhos e de vidro grosso, acabaram por se melhores que os copos de vinho! Shocked
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Gastronomia Todos os horários são GMT + 1 Hora
Ir à página Anterior  1, 2, 3
Página 3 de 3

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB