NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

doggy bag? Para o vinho?

 
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Vinho
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qui Dez 11, 2003 9:06 pm    Assunto: doggy bag? Para o vinho? Responder com Citação

Aconselho a leitura deste artigo artigo publicado na ElMundoVino.

Que me dizem da ideia do cliente levar para casa as sobras da garrafa que não consumiu por completo?
Existe esse costume em Portugal? O que é que costuma acontecer ao vinho que fica na garrafa? Em Portugal os clientes costumam pedir a rolha para poder levar o vinho que sobra para casa?
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Rui Miguel



Registrado: Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2002
Mensagens: 601

MensagemEnviada: Qui Dez 11, 2003 9:20 pm    Assunto: Responder com Citação

Rui, não sei que é costume ...mas no outro dia no ALCANENA, o empregado disse-me se queria levar o resto do vinho para casa.
Será porque sou cliente habitual? Confused

Existem alguns restaurantes aqui para os meus lados (Alcochete) em que me dizem se quero levar o resto para casa...
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Visitar a homepage do Usuário
Jorge Miguel



Registrado: Sábado, 30 de Novembro de 2002
Mensagens: 100
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 10:42 am    Assunto: Responder com Citação

E porque nao?
Nos e que temos uma vergonha congenita de pedir aquilo a que temos direito. Pagamos a garrafa, porque e que nao podemos levar o que sobrou da garrafa para casa?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
MIGUEL A. PEREIRA



Registrado: Domingo, 5 de Janeiro de 2003
Mensagens: 292
Localização: Sintra

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 2:38 pm    Assunto: Responder com Citação

Viva,
Nunca fiz isso nem vi fazer. Mas penso que será altamente viável faze-lo. Muita vezes, com o nosso acanhamento ficamos a perder....
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
chez pirez



Registrado: Sexta-Feira, 28 de Novembro de 2003
Mensagens: 684
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 2:59 pm    Assunto: Responder com Citação

Em Portugal, em relação a vinho, só o fiz uma vez num restaurante que frequentava com alguma assiduidade. Apesar do empregado se ter prontificado em providenciar um rolha não deixei de notar que ficou ligeiramente surpreendido com o pedido.

Em relação a comida gostava de contar aqui 2 situações. A 1ª passou-se num restaurante do Meco chamado Mequinhu's (devia ter logo desconfiado do nome): ao chegar ao fim da refeição reparei que os camarões que sobraram podiam dar, no dia seguinte, um belo petisco passados por azeite e alho. Pedi para levar, ao que me responderam logo, que não sabiam se tinham um recipiente para tal. Como o pão era óptimo, achei que dariam umas óptimas torradas e visto não ter pão em casa, pedi tb para levar. respondeu-me o empregado:"quer que misture no mesmo saco?" como quem diz "só pode ser para o gato, verdade? o sr não teria a lata de levar comida para si, verdade?

a 2ª situação passou-se no restaurante da Fortaleza do Guincho. Depois de um belo repasto onde não cabia mais nada, trouxeram-me com o café, umas trufas de chocolate com um aspecto divinal. Pedi para embrulhar. Não o só o fizeram com a maior das simpatias, como, mais tarde descobri, colocaram mais meia dúzia!

Ao primeiro, jamais voltarei (até porque era mau) ao segundo, sempre a que o Banco me permitir!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Visitar a homepage do Usuário
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 5:09 pm    Assunto: Responder com Citação

O hábito do Doggy Bag não pertence à cultura Europeia. Mas, se formos aos Estados Unidos e inclusive ao México, essa prática é normal. Há pessoas que defendem outras que são contra. Eu sou de opinião que esse serviço deve existir para quem pretende levar os restos para casa. Tal como se aplica à comida, deve aplicar-se também ao vinho. Pessoalmente, já levei algumas vezes as sobras para casa (irritando muito um amigo meu...).

Sendo uma situação diferente, vale a pena contar.
Passo com frequência numa garrafeira, antes do jantar, e compro uma garrafa para essa noite. Abro-a na altura e provo o vinho com o dono do respectivo estabelecimento. O que sobra levo para casa para beber com a minha mulher. De certa forma, junto o útil ao agradável: bebo o vinho na companhia de uma pessoa esclarecida, aprendendo imenso, e, geralmente, não sobra vinho após o jantar!!!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
pbrandao



Registrado: Terça-Feira, 25 de Março de 2003
Mensagens: 367
Localização: Corroios

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 5:19 pm    Assunto: Responder com Citação

Acho que mesmo não havendo esse hábito, não invalida que quem o defenda o pratique, sem ser merecedor de qualquer reparo de quem está a trabalhar no estabelecimento, seja restaurante ou garrafeira.
Afinal, quando a conta vem e a garrafa ficou a meio, certamente nunca nínguem pagou a meia garrafa vazia apenas, pois não? Teremos todo o direito de levar a garrafa rolhada para casa, ou o que acabámos por não comer. Havendo problemas, que tal se sugerirmos que então só pagamos parcialmente? Deverão levantar logo qualquer impedimento Wink

Abraço
_________________
Abraços

PBrandão
Web page com muita bacorada em http://bservices.homelinux.com/cov
NR: é mais o tempo que passa em baixo do que o acessível...
Um cantinho para a conversa em http://cov.s1.bizhat.com
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 7:30 pm    Assunto: Responder com Citação

Pessoalmente, não considero que seja um tabu o cliente solicitar uma rolha para levar a sobra do vinho para casa. Penso mesmo que a única razão para nos separar dessa prática é a vergonha e o condicionamento social.

Sobretudo quando se abrem garrafas de gama média/alta para cima, não entendo as dificuldades de tal prática.
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
jms



Registrado: Domingo, 7 de Setembro de 2003
Mensagens: 1904
Localização: Porto

MensagemEnviada: Sex Dez 12, 2003 9:47 pm    Assunto: Responder com Citação

Tiago Teles escreveu:
Sendo uma situação diferente, vale a pena contar.
Passo com frequência numa garrafeira, antes do jantar, e compro uma garrafa para essa noite. Abro-a na altura e provo o vinho com o dono do respectivo estabelecimento. O que sobra levo para casa para beber com a minha mulher. De certa forma, junto o útil ao agradável: bebo o vinho na companhia de uma pessoa esclarecida, aprendendo imenso, e, geralmente, não sobra vinho após o jantar!!!


Estou admirado (no exacto sentido em que acho admirável) com esta prática, Tiago Teles.
É, de facto, uma ideia muito engraçada e interessante: dá para beber com quem sabe, aprender com uma troca de opiniões mais motivada, superando a eventual ausência de parceria para acompanhar a prova.

O dono da garrafeira é que não poderá satisfazer com a sua companhia muitos clientes, para bem da sua saúde e para que o estabelecimento não mude de ramo... Rolling Eyes
_________________
jorge saraiva

'Faz tudo como se alguém te contemplasse' - Epicuro, filósofo grego (341 aC - 270 aC)
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
pepe



Registrado: Domingo, 17 de Novembro de 2002
Mensagens: 321

MensagemEnviada: Ter Dez 16, 2003 7:13 pm    Assunto: Responder com Citação

pbrandao escreveu:
Acho que mesmo não havendo esse hábito, não invalida que quem o defenda o pratique, sem ser merecedor de qualquer reparo de quem está a trabalhar no estabelecimento, seja restaurante ou garrafeira.
Afinal, quando a conta vem e a garrafa ficou a meio, certamente nunca nínguem pagou a meia garrafa vazia apenas, pois não? Teremos todo o direito de levar a garrafa rolhada para casa, ou o que acabámos por não comer. Havendo problemas, que tal se sugerirmos que então só pagamos parcialmente? Deverão levantar logo qualquer impedimento Wink

Abraço


Estou de acordo. Nunca me aconteceu porque das duas uma, ou não bebo vinho nos restaurantes porque é demasiado caro e sinto-me roubado, ou quando bebo o que sobra é pouco relevante para levar para casa.

Mas este tópico levantou-me uma dúvida. O que é que os restaurantes fazem com as sobras dos vinhos? Qual é a prática standard? Deitam pela pia abaixo, utilizam na cozinha, fica para os empregados?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
José Tomáz Mello Breyner



Registrado: Quarta-Feira, 27 de Novembro de 2002
Mensagens: 5472
Localização: Estoril

MensagemEnviada: Qua Dez 17, 2003 10:06 am    Assunto: Responder com Citação

Caros Amigos


Aqui na YH sempre que há uma sobra anormal de vinho, o que é muito raro, o empregado tem a iniciativa de perguntar ao cliente se deseja levar o resto da garrafa para casa. Nunca levaram, mas eu achava normalissimo se o levassem. Quanto ao doggy bag propriamente dito é mais normal acontecer nos chamados serviços especiais em que estamos preparados com embalagens especiais para ajudar o cliente a levar as sobras.

Quanto aos restos dos vinhos que os clientes deixam nas garrafas é sempre para os empregados, que o bebem com a refeição.


Um abraço


Zé Tomaz
_________________
Eu Quero Um Rei. E Tu?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qua Dez 17, 2003 4:44 pm    Assunto: Responder com Citação

José Tomáz, é por pormenores como esse que a York House se tornou num marco da hotelaria e da restauração em Lisboa...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Tiago Teles



Registrado: Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2002
Mensagens: 2137
Localização: Portugal

MensagemEnviada: Qua Dez 17, 2003 4:59 pm    Assunto: Responder com Citação

José Tomáz Mello Breyner escreveu:
Quanto aos restos dos vinhos que os clientes deixam nas garrafas é sempre para os empregados, que o bebem com a refeição.

Há lugar para mim no staff da York House? Laughing
Estou a brincar. Seguramente que nunca sobrou uma pinga de Batuta, Vale Meão e afins!!!!
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Pedro Conde



Registrado: Quarta-Feira, 16 de Abril de 2003
Mensagens: 306

MensagemEnviada: Qui Dez 18, 2003 12:26 pm    Assunto: Responder com Citação

Retirei este artigo da secção Boa Vida do DN de hoje que (com outro tipo de preocupação) se enquadra neste tópico:

Levar o resto da garrafa do restaurante para casa

O reforço das medidas contra os que conduzem sob o efeito do álcool por parte do Governo francês, terá levado este ano a uma queda nas vendas de vinhos nos restaurantes do país estimada entre 10 a 15%. Alarmado com o facto, o Conselho Interprofissional do Vinho de Bordéus recorreu à imaginação e tomou uma iniciativa que se está a revelar um enorme êxito: fornece aos restaurantes um aparelho de vácuo que atrasa a oxidação do vinho. Assim, quando os clientes pedem uma garrafa e não bebem todo o seu conteúdo, podem levar o vinho para casa, bem conservado.

«É uma pena ir embora e deixar na mesa uma garrafa por acabar ou terminá-la e correr riscos na estrada», disse à AFP um responsável do conselho que baptizou a iniciativa como Bordeaux Bag, uma referência aos chamados doggy bag (ou «saco do cão») que alguns restaurantes, sobretudo nos EUA, dão para se levar os restos da refeição para casa.

A iniciativa está a obter enorme adesão em toda a França e o conselho, que começou por se dirigir a 500 restaurantes de todo o país, já recebeu pedidos de mais 200 e está já a pensar em prolongá-la no próximo ano.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
falcao



Registrado: Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2002
Mensagens: 5553
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qui Dez 18, 2003 1:58 pm    Assunto: Responder com Citação

É muito interessante que a iniciativa francesa tenha partido do Conselho Interprofissional do Vinho de Bordéus. Parece-me ser uma medida interessante para combater a quebra de venda de vinho na restauração.

E em Portugal? Viniportugal, que tal iniciativas mais audazes e imaginativas?
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Usuário
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Vinho Todos os horários são GMT + 1 Hora
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB