NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum NovaCrítica-vinho.com
Forum de Discussão
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar 
 PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Volta ao mundo...
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... , 15, 16, 17  Próximo
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Gastronomia
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Dom Mai 29, 2011 12:43 pm    Assunto: Responder com Citação

Monaco

Pan Bagnat

4 pães redondos
2 anchovas, lavadas e picadas
1 colher de chá de azeite
1 cebola média picada, opcional
2 azeitonas pretas, lavadas, descaroçadas
1 pimento verde cortado em rodelas finas
1 tomate, em rodelas
1 ovo,cozido e picado
1 colher de sopa de vinagre


Abra os pães ao meio na horizontal. Retire parte do miolo para dar espaço para o recheio. Divida o recheio igualmente entre os quatro pães.
Comece por regar o fundo dos pães com um pouco de óleo. Ponha então em cada um dos pães cebola, pimento, tomate, ovo, anchova e azeitonas (as quantidades de cada ingrediente são consoante o gosto pessoal). Tempere a seu gosto com vinagre. Cubra com a metade superior do pão. Sirva frio.

Adaptado de: http://www.feedmethat.com/recipe.php?id=12593.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Dom Mai 29, 2011 6:54 pm    Assunto: Responder com Citação

Laos


Tam Mak Hoong


Esta salada refrescantemente ácida e saudável é tradicionalmente feita num almofariz, mas esta receita usa um método mais adaptado às cozinhas ocidentais.

1 papaia verde com cerca de 1 kg (em uma textura semelhante à de pepino e um sabor levemente ácido)
2 dentes de alho picados
2 malaguetas vermelhas tailandesas, picadas
2 colheres de sopa de açúcar de palma ou mascavado
2 colheres de chá de camarão seco (opcional)
2 colheres de sopa de sumo de lima
2 colheres de sopa de molho de peixe
½ chávena de feijão verde, cozido e cortado em pedaços de 3 cm de comprimento
½ chávena de tomates, sem sementes e cortado em gomos
¼ de chávena de amendoim torrado grosseiramente picado

1. Descasque a papaia e corte ao meio. Retire as sementes e o revestimento branco do interior da cavidade das sementes. Usando a lâmina mais grossa de um ralador ou o acessório para juliana de uma mandolina rale a papaia.

2. Ponha numa tigela o alho, a malagueta, o açúcar, o camarão seco, o sumo de lima e o molho de peixe e misture bem para dissolver o açúcar. Prove e ajuste os temperos. Pretende-se um bom equilíbrio de ácido, salgado, doce e picante.

3. Adicione o feijão e o tomate e misture-os com o molho, pressionando-os levemente para os quebrar um pouco e para que o tomate liberte um pouco de sumo.

4. Adicione a papaia, misture bem e ajuste o tempero. Decore com o amendoim e sirva gelado ou à temperatura ambiente acompanhado de arroz glutinoso.

http://www.whats4eats.com/salads/tom-mak-hoong-recipe


Laap

O laap é o prato nacional de Laos. A hortelã e o arroz glutinoso torrado são o que distinguem o laap do Laos dos de outros países asiáticos.


425 g de carne de vaca
1 colher de sopa de óleo
sumo de 1 lima
2-3 colheres de chá de molho de peixe
1-2 colheres de chá de arroz glutinoso torrado e moído
5-6 folhas de hortelã picadas
1 dente de alho picado
1 raminho coentros picados
1 cebolo picado
2-3 malagueta picantes fresca picadas
sal e pimenta

1. Salteie a carne inteira em óleo deixando mal passada.

2. Corte a carne pedaçoas e estas em tiras muito finas e coloque-as numa tigela grande.

3. Adicione o sumo de lima e misture.

4. Tempere com o molho de peixe e o arroz moído e misture

5. Tempere com sal e pimenta.

6. Pouco antes de servir, adicione a hortelã, o alho, os coentros, o cebolinha e as malaguetas.

Adaptado de http://www.asianspicyrecipes.com/recipes/laos/laos.php


Arroz glutinoso torrado


1. Torre arroz glutinoso em lume médio numa frigideira não aderente.

2. Agite a frigideira com frequência para evitar que o arroz queime.

3. Assim que o arroz adquira uma cor castanho escuro, retire do lume.

4. Moa o arroz grosseiramente num almofariz ou num moinho de café. (não moa demais, pois não deve ficam um pó fino).

Adaptado de http://thai-laos-food.blogspot.com/2006/04/ground-toasted-sticky-rice.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Mai 30, 2011 12:08 am    Assunto: Responder com Citação


Holanda


Stamppot com salsicha fumada

O stamppot é um prato tradicional holandês de inverno em que se combina puré de batata com uma variedade de vegetais (endívias, espinafres, couve, chucrute e mesmo cenoura ou cebola), por vezes também se adiciona bacon.

1,5 kg de batatas farinhentas, cortado em pedaços (pode deixar as peles para enriquecer o prato em nutrientes e fibras)
400 g de endívias, lavadas e finamente cortadas (como caldo verde, mas um pouco mais grosso)
200 g de bacon cortado em cubos
1 colher de sopa de óleo de girassol
150 ml de leite
50 g de manteiga
sal e pimenta
1 pitada de noz moscada (opcional)

Para acompanhar:
350 g salsichas fumadas


Coloque as batatas numa panela, cubra com água fria e salgada e deixe ferver. Baixe o lume e cozinhe até ficar macio, cerca de 15-20 minutos.

Enquanto as batatas estão a cozer, aqueça o óleo numa frigideira e frite o bacon até ficar dourado e crocante. Quando terminar, coloque sobre papel de cozinha para absorver o excesso de gordura.

Escorra as batatas num passador. Enquanto as batatas estão a escorrer, aqueça o leite e a manteiga na panela vazia, acrescente as batatas e amasse até obter um puré homogéneo.

Adicione as endívias e misture bem com uma colher de pau até que elas fiquem quentes e murchas, aproximadamente 5 minutos. Adicione sal e pimenta a gosto e uma pitada de noz moscada (opcional). Misture o bacon na mistura e divida pelos pratos.

Entretanto aqueça a salsicha fumada, consoante as instruções da embalagem, corte em rodelas e coloque por cima do stamppot. Sirva com molho de maçã e / ou mostarda.


Adaptado de: http://www.dutch-recipes.com/mashed-potatoes.html



Os holandeses chegaram à Indonesia em 1596. Desde o início do século XVII as especiarias exóticas passaram a ser integradas na cozinha holandesa e, quando a Indonésia se tornou uma colónia holandesa, muitos dos seus pratos foram adoptados pelos holandeses. São exemplos o arroz frito (nasi goreng), satay de galinha (kipsate) ou de porco, ou porco assado (babi panggang).

Satay

O satay de frango ou porco é uma refeição muito popular nas famílias holandesas, estando também disponível em restaurantes.

500 g de lombo de porco
gengibre fresco (cerca de 1 cm), ralado
2 dentes de alho, finamente ralados
6 colheres de sopa de manis Ketjap (molho de soja mais espesso e doce, se não encontrar substitua por molho de soja e 1 colher de chá de açúcar)
2 colheres de sopa de óleo de girassol
1 cebola picada
1/2 chávena (90 g) de manteiga de amendoim com pedaços
1/4 de chávena de amendoins torrados triturados
1/2 chávena (120 ml) de leite de coco
1 talo de erva princípe (lemongrass), amachucado
2 folhas de lima kaffir
1 colher de sopa de sambal (pasta de malaguetas)

pequenos espetos de madeira

Para a marinada: Corte a carne de porco em tiras e coloque-as num saco de plástico com metade do gengibre e do alho, 3 colheres de sopa de manis Ketjap e 1 colher de sopa de óleo. Feche o saco e misture tudo muito bem. Deixe a marinar no frigorífico por algumas horas, ou de um dia para o outro.

Para o molho satay: Frite a cebola na restante colher de sopa de óleo num tachinho. Uma vez a cebola dourada, adicione o restante do gengibre e alho, a manteiga de amendoim e o amendoim triturado. Adicione o resto do manis Ketjap, o leite de coco, a erva princípe e as folhas de lima e leve a ferver por 10 minutos. Adicione o sambal a gosto para temperar. Se o molho engrossar muito, adicione um pouco de água quente. Retire as folhas de lima e a erva princípe e bata brevemente a mistura antes de servir.

Para a carne grelhada: Com antecedência (algumas horas) ponha de molho os espetos, para que não se queimem ao grelhar. Espete as tiras de carne de porco nos espetos. Grelhe no churrasco ou numa grelha virando regularmente.

Para servir, cubra as espetadas com o molho satay e sirva com arroz branco, uma salada de pepino e hóstias de camarão crocantes. É muito característico dos holandeses servir o satay com batatas fritas cortadas grossas.

Adaptado de: http://dutchfood.about.com/od/mainmeals/r/Satay.htm
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Mai 30, 2011 5:30 pm    Assunto: Responder com Citação


Coreia do Norte


Kimchi , também chamado gimchi, kimchee, ou kim chee, é um prato tradicional coreano feito com vegetais, em geral fermentados, e temperados. Há centenas de variedades de kimchi. O kimchi é o acompanhamento mais comum da cozinha coreana, mas também um ingrediente em vários pratos. Pode dizer-se que não há refeição coreana sem kimchi.


Kimchi

0,5 kg de couve chinesa
4 chávenas de água fria
3 colheres de sopa de sal marinho
1 colher de sopa de alho, finamente picado
1 colher de sopa de gengibre fresco, finamente picado
1 colher de sopa de cebolo picado
1 colher de chá de piripiri em flocos (mais se gostar de coisas picantes, menos se não gostar)
1,5 a 2 colheres de chá de açúcar

Separe as folhas da couve e lave-as. Polvilhe uniformemente com 2 colheres de sopa do sal. Coloque folhas de couve com sal numa tigela grande, junte 4 chávenas de água fria, cubra com filme plástico e coloque no frigorífico durante a noite. Certifique-se que a água cobre todas as folhas de couve - coloque um prato ou outro objecto de cerâmica pesada em cima de folhas para garantir que elas fiquem cobertas de água.

No dia seguinte, deite fora a água em que a couve demolhou, passe-a por água e sacuda para remover o excesso de água.

Coloque as folhas de couve numa tigela grande e acrescente o cebolo, o alho, gengibre, o piripiri, o açúcar e 1 colher de sopa de sal. Use as mãos para esfregar o tempero por igual em todas as folhas de couve. Certifique-se de que usa luvas para fazer isto, caso contrário as suas mãos vão arder por causa do piripiri.

Transfira a couve temperada para frascos de vidro grandes. Adicione todo o líquido que se formou ao temperar a couve, este e outros líquidos que se libertarão da couve formarão a salmoura do kimchi.

Deixe cerca de 2 centímetros de espaço na parte superior do frasco antes de fechar bem com a tampa. Deixe o kimchi descansar à temperatura ambiente por 2-3 dias.

O kimchi está pronto para comer. Use uma tesoura ou uma faca e uma tábua para cortar as folhas de couve em pedaços de cerca de 5 cm antes de servir como acompanhamento de uma tigela de sopa, arroz, ou um pedaço de peixe.

Ponha o kim chi restantes no frigorífico e retire pequenas porções antes das refeições. O kimchi continuará a fermentar lentamente no frigorífico ao longo do tempo, tornando-se mais ácido e saboroso a cada dia que passa. Se usar sempre utensílios limpos o kimchi irá manter-se cerca de um mês no frigorífico.

Adaptado de: http://chetday.com/kimchirecipe.htm
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Mai 30, 2011 10:07 pm    Assunto: Responder com Citação


Coreia do Sul



Bulgogi

O bulgogi é um dos pratos de carne mais populares da Coreia. Bul é a palavra coreana para o fogo e gogi é carne, portanto, significa carne de fogo. A carne de vaca fatiado é marinada para realçar o sabor e amaciar, depois é grelhada ou salteada.
Este prato é normalmente servido com folhas de alface,e a carne e um pouco de arroz, juntamente com kimchi e um molho picante (ssamjang) são embrulhados na folha de alface e o rolo é depois comido à mão.

0,5 kg de carne de vaca em fatias finas (lombo)
5 colheres de sopa de açúcar
½ chávena de molho de soja
2 dentes de alho picados (podem ser esmagada, mas neste caso remova o alho antes de servir)
¼ colher de chá de sal
5 colheres de sopa de Mirin (sake doce, opcional)
2 colheres de sopa de óleo de sésamo
2 colheres de sopa de sésamo torrado
1 chávena de cebolas partidas verticalmente em tiras
2 chávenas de cenouras em rodelas finas (opcional)

1. Misture todos os ingredientes, excepto a cenoura. Deixe a marinar no frigorífica por pelo menos 2 horas.
2. Cozinhe em lume médio-alto até que a carne esteja um pouco menos cozida do que desejar. Pode grelhar ou saltear.
3. Adicione as cenouras e cozinhe por mais 3 minutos.
4. Sirva com arroz.


Adaptado de: http://www.trifood.com/bulgogi.asp





Pepinos e carne salteados


4 pepinos pequenos
150 g de carne de vaca magra
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de óleo

Mistura A:
¼ de colher de chá de alho esmagado
sal e pimenta

Mistura B:
1 colher de sopa de cebolo picadinho
1 colher de chá de sementes de sésamo torradas
1 colher de chá de óleo de sésamo
½ colher de chá de molho de soja
½ colher de chá de pimenta
¼ de colher de chá de sal

Para guarnecer: malaguetas em tirinhas

Remova as duas extremidades dos pepinos e corte-os em rodelas finas.

Ponha o pepino numa tigela e polvilhe com 1 colher de chá de sal, deixe descansar por 5 a 10 minutos.

Quando os pepinos estiverem moles, embrulhe-os numa pano ou papel e esprema a água.

Corte a carne em bifinhos finos.

Aqueça o óleo e salteie rapidamente a carne em lume forte e tempere com Mistura A.

Adicione fatias de pepino e frite rapidamente. Tempere com Mistura B. Transfira para travessa e decore com a malagueta.


Adaptado de: http://asiarecipe.com/kormain.html#stir
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Mai 30, 2011 10:44 pm    Assunto: Responder com Citação

A visita aos 193 estados independentes (192 estados membros da ONU + 1 estado observador (Vaticano) ) terminou. Está quase na hora de voltar a casa... Mas ainda há alguns estados (10) que reclamam a sua independência e são reconhecidos por alguns países como tal.

Já começa a ser altura de voltar para casa, mas é impossível resistir a uma voltita por esses 10 estados... A viagem ficava incompleta sem isso.


_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Mai 31, 2011 9:49 pm    Assunto: Responder com Citação

Abcásia


Lobio com nozes


Existem tantas receitas diferentes para lobio (feijão) como existem pessoas na Abcásia: lobios aromatizado com coentros, limão, nozes, malaguetas, canela, cravo, pétalas de calêndula moídas, sumo de romã, vinagre de estragão, molho tkemali, geleia de ameixa, folhas de louro, tamarindo, alho, ou alguma combinação destes.

250 g de feijão pequeno
¾ colher de chá de sal
1 cebola descascada e picada
2 pés de coentros
1 pé de salsa
½ chávena (generosa) de nozes sem casca
1 dente de alho descascado
1 malagueta vermelha pequena
¼ colher de chá de canela
uma pitada de cravinho em pó
½ colher de chá de pétalas de calêndula moídas
½ a ¾ de chávena de sumo de romã

1. Demolhe o feijão durante a noite.
2. Coloque o feijão numa panela grande e cubra com água. Tempere com ½ colher de chá de sal.
3. Leve ao lume e cozinhe até que o feijão esteja macio, cerca de 1 hora.
4. Escorra e junte a cebola picada.
5. Moa os coentros e a salsa com as nozes, o alho e a pimenta e adicione ao feijão.
6. Misture a canela, o cravo, a calêndula, e o restante ¼ sal ao feijão.
7. Deite sumo de romã suficiente para humedecer os grãos e misture bem.
8. Deixe o feijão arrefecer até à temperatura ambiente e sirva-o decorado generosamente com sementes de romã.
Nota: A flor amarela da calêndula é usada na culinária para temperar e dar cor a saladas, sopas e outros pratos. As pétalas são secas e pulverizadas e usadas como um agente de coloração. Apenas as pétalas destas flores são comestíveis, mais nenhuma das outras partes da planta!

Adaptado de: http://recipes.wikia.com/wiki/Walnut_Lobio
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Ter Mai 31, 2011 10:58 pm    Assunto: Responder com Citação

República Árabe Saharaui Democrática


Mreifisa é uma refeição tradicional de festa para os saharauis. Está sempre presente nas comemorações familiares, eventos importantes, mercados e feriados, e sempre que há muitas gente junta.

A tradição de preparar e comer mreifisa sobreviveu em muitos dos campos de refugiados saharauis, apesar das dificuldades que se enfrentam diariamente. Mesmo que apenas uma ou duas vezes por ano, eles as famílias e amigos reúnem-se e abatem um camelo para preparar esta refeição tradicional. Na ausência de carne de camelo, o prato é confeccionado com borrego ou cabra. Toda a gente comemora com música, cantares e danças e por algum tempo o sofrimento dos que vivem no exílio é esquecido.

Mreifisa

2 kg de carne de borrego
azeite
3 cebolas
1 cabeça de alho
água
sal

Corte a carne em pedaços (alguns com osso).
Fatie e frite a cebola e os alhos até dourarem e ficarem macios e, em seguida, adicione a carne e misture bem.
Tempere com sal e adicione água suficiente para tudo cozinhe levemente em lume baixo. Dependendo da carne, isto poderá demorar uma hora.
A mreifisa está pronta quando a carne se separa do osso.
Para servir, colocam-se fatias de pão não levedado num tabuleiro fundo, deite sobre o pão o molho do guisado para que os sucos sejam absorvidos pelo pão, e deita-se por cima a carne.

Adaptado de: http://womad.org/recipes/mariem-hassan/a-traditional-saharawi-dish-from-the-western-sahara
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qua Jun 01, 2011 11:09 pm    Assunto: Responder com Citação

Palestina


Taboulé


3 chávenas de salsa picada
½ chávena de hortelã fresca picada
4 ou 5 cebolos em rodelinhas com cerca de 0,5 cm (com as partes verdes)
4 tomates médios maduros, cortados em cubos pequenos
1 chávena de bulgur médio (trigo quebrado)
½ chávena de sumo de limão
5 colheres de sopa de azeite
sal e pimenta

Passe o bulgur várias vezes por água e em seguida demolhe-o em água fria por cerca de 20 minutos. Ao fim desse tempo, ponha-o num passador e escorra bem.

Coloque o bulgur e o tomate numa tigela, junte a hortelã, a salsa e o cebolo. Tempere com o sumo de limão, azeite, sal e pimenta e mexa bem.

O taboulé é melhor se descansar algum tempo. Cubra a tigela com filme plástico e deixe no frigorífico por algumas horas ou durante a noite.

Sirva acompanhado com folhas de alface – deite algumas colheres de taboulé sobre a folha de alface e coma.


Adaptado de: http://www.facebook.com/note.php?note_id=149464651767706
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Qui Jun 02, 2011 7:11 pm    Assunto: Responder com Citação


Taiwan


Frango três chávenas (三杯 鸡)

O nome de "frango três chávenas " vem dos três principais ingredientes: óleo de sésamo, vinho de arroz chinês, e molho de soja. "Chávenas" não se refere a uma medida literal, mas ao facto dos três ingredientes serem usados em quantidades iguais.
O prato autêntico de Taiwan leva bastantes folhas de manjericão, são elas a alma do prato que dá um aroma exótico.
Em Taiwan também gostam muito deste prato feito com lula (三杯 小 卷). Ambos são igualmente deliciosos.


450 g de frango frango
6 fatias de gengibre descascado
6 dentes de alho sem pele
2 colheres de óleo de sésamo escuro
1,5 colheres de sopa de molho de soja
1,5 colheres de sopa de vinho de Shaoxing
1,5 colheres de sopa de molho de soja doce (Kecap Manis – se não tiver use molho de soja e um pouco de açúcar)
1 ramo grande de manjericão tailandês
1 colher de sopa de bicarbonato de sódio (para amaciar o frango, opcional)

Corte o frango em pedaços e ponha-os a marinar com bicarbonato de sódio. Deixe em repouso 10 minutos, depois passe o frango por água. Certifique-se de que todo o bicarbonato de sódio é removido com a lavagem. Seque os pedaços de frango e reserve.

Aqueça um tacho de barro (ou um wok) em lume alto adicione o óleo de sésamo e frite nele o alho em rodelas e o gengibre até que fiquem aromáticos. Adicione no frango e, mexendo, frite por alguns segundos. Adicione o molho de soja, o molho de soja doce, o vinho de Shaoxing e continuar a fritar o frango, mexendo sempre.

Tape, baixe o lume e cozinhe por 5 minutos. Adicione as folhas de manjericão e mexa bem, até que murchem um pouco, retire para um prato e sirva imediatamente com arroz branco.

Notas:
1. Esta receita pede óleo de sésamo escuro, que é diferente de óleo sésamo normal. O óleo de sésamo escuro é muito mais caro, mas o sabor é mais intenso.
2. Pode saltar o primeiro passo de amaciar o frango com bicarbonato de sódio. Mas o frango fica muito mais macio se usar bicarbonato.
3. Se não tiver uma panela de barro, você pode usar um wok para fazer este prato.

Adaptado de: http://rasamalaysia.com/three-cups-chicken-recipe/
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sex Jun 03, 2011 1:38 pm    Assunto: Responder com Citação

Ossétia do Sul


Tsakharadzhyn
Empadas da Ossétia recheadas com acelgas e queijo


Comece por preparar o ankhizhan, ou seja o fermento para a massa. Para preparar uma chávena de ankhizhan, misture:

1 colher de chá de farinha de trigo
1 colher de chá de levedura
1 colher de chá de açúcar
3/4 de chávena de água morna.

Deixe em repouso cerca de dez minutos.


Para preparar a massa ponha numa tigela:

6 chávenas de farinha de trigo
sal
1 chávena de ankhizhan
30 g de óleo vegetal

Adicione água quente aos poucos (para ficar mais rico pode substituir parte da água - ½ chávena – por leite ou adicionar também um ovo). Comece a misturar à mão a partir do centro e vá amassando. Quando a massa deixar de se agarrar às mão tem líquido suficiente.

Agora cubra a massa com filme plástico e deixe crescer por algumas horas.

Quando a massa tiver levedado, divida-a em três partes e faça bolas com elas.

Entretanto prepare o recheio. Podem fazer-se as empadas com uma variedade de recheios. Neste caso para fazer tsakharadzhyn usa-se um recheio feito de queijo e acelgas a que se adicionam ervas aromáticas (salsa, endro e cebolo) – embora nem sempre estas sejam usadas:

400g de acelgas , finamente cortadas
50 g de salsa, picada
50 g de endro, picado
200 g de cebolos, em rodelas finas
500 g queijo feta da Ossetia fresco (use feta normal e se fôr muito salgado deixe-o um pouco de molho, pode juntar um pouco de nata ácida)
sal

Misture todos os ingredientes do recheio . Se o recheio estiver muito húmido, junte um pouco de farinha.


Abra uma das bolas de massa com as mãos de modo a formar um círculo. Ponha um recheio no centro. Puxe as bordas sobre o recheio e estique até o centro. Junte-os e corte o excesso no topo.
Com os dedos pressione de novo, do centro para as bordas de modo a esticar a massa um pouco e distribuir o recheio. A espessura da massa deve ser tal que se deve poder ver a textura e a cor do recheio através da massa. Volte a massa e continue a fazer o mesmo, ficam do tamanho de pizzas.
Ponha a rodela de massa recheada numa forma de metal redonda ou de pizza.

Pressione-a de novo, para esticar bem até aos bordos da forma. Faça um furo no centro para o vapor poder sair e impedir que rebente. Leve ao forno, numa prateleira debaixo, até que a empada deixe de pegar ao fundo da forma, depois mude para uma prateleira de cima e meta na prateleira debaixo a segunda empada que entretanto preparou da mesma forma.

Coza as empadas até que o topo fique dourado, mas não coza demais. Depois de tirar a empada para fora passe toda a superfície com manteiga para que fique mais macia.

Adaptado de: http://ossetians.com/eng/news.php?newsid=410&f=34
(onde pode ver a preparação ilustrada com muitas fotos)
e
http://krislovestocook.blogspot.com/2009_05_01_archive.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sáb Jun 04, 2011 3:26 pm    Assunto: Responder com Citação

Spice Girl escreveu:

Taiwan


Frango três chávenas (三杯 鸡)

O nome de "frango três chávenas " vem dos três principais ingredientes: óleo de sésamo, vinho de arroz chinês, e molho de soja. "Chávenas" não se refere a uma medida literal, mas ao facto dos três ingredientes serem usados em quantidades iguais.
O prato autêntico de Taiwan leva bastantes folhas de manjericão, são elas a alma do prato que dá um aroma exótico.
Em Taiwan também gostam muito deste prato feito com lula (三杯 小 卷). Ambos são igualmente deliciosos.


450 g de frango frango
6 fatias de gengibre descascado
6 dentes de alho sem pele
2 colheres de óleo de sésamo escuro
1,5 colheres de sopa de molho de soja
1,5 colheres de sopa de vinho de Shaoxing
1,5 colheres de sopa de molho de soja doce (Kecap Manis – se não tiver use molho de soja e um pouco de açúcar)
1 ramo grande de manjericão tailandês
1 colher de sopa de bicarbonato de sódio (para amaciar o frango, opcional)

Corte o frango em pedaços e ponha-os a marinar com bicarbonato de sódio. Deixe em repouso 10 minutos, depois passe o frango por água. Certifique-se de que todo o bicarbonato de sódio é removido com a lavagem. Seque os pedaços de frango e reserve.

Aqueça um tacho de barro (ou um wok) em lume alto adicione o óleo de sésamo e frite nele o alho em rodelas e o gengibre até que fiquem aromáticos. Adicione no frango e, mexendo, frite por alguns segundos. Adicione o molho de soja, o molho de soja doce, o vinho de Shaoxing e continuar a fritar o frango, mexendo sempre.

Tape, baixe o lume e cozinhe por 5 minutos. Adicione as folhas de manjericão e mexa bem, até que murchem um pouco, retire para um prato e sirva imediatamente com arroz branco.

Notas:
1. Esta receita pede óleo de sésamo escuro, que é diferente de óleo sésamo normal. O óleo de sésamo escuro é muito mais caro, mas o sabor é mais intenso.
2. Pode saltar o primeiro passo de amaciar o frango com bicarbonato de sódio. Mas o frango fica muito mais macio se usar bicarbonato.
3. Se não tiver uma panela de barro, você pode usar um wok para fazer este prato.

Adaptado de: http://rasamalaysia.com/three-cups-chicken-recipe/


Foi hoje o almoço:



A única diferença foi ter juntado uma malagueta vermelha às rodelas.
Usei a técnica do bicarbonato para amaciar a carne (coxas de frango, gosto muito mais do que peito de frango que é muito seco). A carne ficou super macia. Mas não tenho a certeza que o sabor não tenha ficado menos "vivo" por causa do bicarbonato. Apesar de ter lavado bem, fiquei com a sensação que alguns resíduos teriam neutralizado alguma acidez que daria um sabor mais interessante. Pode ser apenas sugestão... de qualquer forma da próxima utilizo a outra técnica da cozinha chinesa de amaciar a carne (marinada de clara e maizena) para comparar.
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Sáb Jun 04, 2011 3:33 pm    Assunto: Responder com Citação

Nagorno-Karabakh

Receitas completas de Nagorno-Karabakh não encontrei… Fiquei a saber que uma especialidade local (a única que vi referida) são os jingalov hats (também conhecidos por pães jingle ou jingala). Uns pães recheados com ervas e vegetais – 27 diferentes, segundo alguns - cujo segredo é passado de geração em geração. Fiquei também a saber que o mês passado houve em Moscovo um festival de gastronomia Karabakh, para que com ela se familiarizassem os gourmets locais, e que uma das estrelas ( a única que mereceu referência explícita) foram os jingalov hats.

Cheguei mesmo a vê-los:



Receitas para o recheio… nem uma palavra…. Para a massa encontrei uma receita:

Massa para jingalov hats


500 g de farinha
1 boa pitada de sal
1 copo de água morna

Faça um monte com a farinha com um buraco no meio. Deite aí o sal e um pouco de água. Comece a misturar e a amassar, adicionando a água pouco a pouco. Deve obter uma massa homogénea.
Deixe repousar 2 horas.

Adaptado de: http://www.recette-armenienne.com/recette-175-Pate-a-jingalov-hats.html
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Dom Jun 05, 2011 3:36 pm    Assunto: Responder com Citação

Kosovo

Proja


2 chávena de farinha de milho
1 chávena de farinha de trigo
2 ovos
1 chávena de leite
1 chávena de iogurte
1 punhado de queijo (feta em pedacinhos)
1 chávena de óleo
1 colher de chá bem cheia de fermento para bolos

Combine a farinha de milho, a farinha de trigo, os ovos, o leite, o iogurte, o queijo, óleo e o fermento. Misture bem e coloque num tabuleiro untado. Coza em forno quente até que a fique dourado, sirva com iogurte ou queijo.

Adaptado de: http://www.bakc.org.uk/index.php?option=com_content&view=article&id=52&Itemid=71
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Spice Girl



Registrado: Quarta-Feira, 4 de Janeiro de 2006
Mensagens: 6059
Localização: Lisboa

MensagemEnviada: Seg Jun 06, 2011 10:29 pm    Assunto: Responder com Citação


Transnistria



A mamaliga é um elemento essencial da culinária moldava e também da transnitria. Ao pequeno almoço, é comida frita com uma fatia de bacon; ao almoço, é polvilhada com queijo e levada ao forno; ao jantar, é servida como base para um ensopado, e para sobremesa, as fatias de mamaliga são cobertas com açúcar ou geléia.


Mamaliga


3,5 chávenas de água
sal a gosto
1 chávena de farinha de milho
5 colheres de sopa.manteiga

Ponha a água e o sal numa panela pesada e leve para ferver. Adicione 2 colheres de sopa de farinha de milho em fluxo constante e bata até que a água volta a ferver. Em seguida adicione lentamente a restante da farinha de milho, mexendo constantemente. Reduza o lume para o mínimo e cozinhe a mistura, coberta, até engrossar, cerca de 10 minutos.
Adicione a manteiga, um pedaço de cada vez, mexendo sempre. Continue a mexer até que a mistura se desprenda dos lados da panela, cerca de 5 minutos.
Transfira para uma tigela oval de tamanho médio e alise a superfície com uma colher molhada. Deixe descansar por 5 minutos.
Desenforme a mamaliga o sobre um prato e polvilhe com salsa.

Adaptado de: http://www.foodgeeks.com/recipes/19937
_________________
"Inquisitiveness was a key feature." Heston Blumenthal
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    NovaCrítica-vinho.com - Índice do Fórum -> Gastronomia Todos os horários são GMT + 1 Hora
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... , 15, 16, 17  Próximo
Página 16 de 17

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibido.
Responder Tópicos Proibido
Editar Mensagens: Proibido.
Excluir Mensagens: Proibido.
Votar em Enquetes: Proibido.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB